DICAS PARA LAVAR / LIMPAR

Aproveitando que sexta-feira é dia da faxina, vou postar dicas para fazer melhor o que todas nós já sabemos. Afinal, não custa nada melhorar não é?


Algodão Branco – Para clarear roupas brancas que ficaram amareladas ou encardidas, sem ter que usar água sanitária experimente os seguintes processos:
1º) Numa água de anil, misture uma parte de terebintina e três de álcool, ou uma grama de sal de amônia.
2º) Molhar primeiramente a roupa, e depois colocar na seguinte solução: 1 colher de amônia, 1 de terebintina ou aguarrás, e 200 gramas de sabão em pó (dissolvido em água fervente); acrescente água fria, misture tudo e deixe a roupa assim de molho por 4 horas. Depois enxaguar.
3º) Ferver a roupa, colocando na água da fervura suco de limão.
4º) As roupas brancas ficarão mais bonitas se mergulharmos um saquinho contendo cascas de ovos esmagadas, na água em que forem ensaboadas.
Cambraia – Lavar em água quente com “fel de boi”, e depois com água fria aromatizada para tirar seu odor. Não torcer, apenas apertar com as mãos.
Camisas – Se os punhos e golas estão encardidos, antes de serem lavadas esfregar as partes manchadas com um pedaço de sabão de coco enxuto. Deixe assim ficar por alguns minutos. Mergulhe então as camisas, de uma só vez, na água com detergente e termine de lavá-las normalmente.
Fraldas – Para desencardi-las, sem usar amônia ou água sanitária, coloque-as, logo após o uso, dentro de um balde esmaltado, contendo água com bicarbonato. Depois lavar normalmente.As fraldas devem ser fervidas de vez em quando.
Lenços – Água salgada é ótima para lavar lenços de nariz, de pescoço ou de cabeça. Basta deixa-los de molho nesta água durante uma hora, antes de enxaguar.Para clareá-los, mergulhe também em água fria, onde foi dissolvida uma colher (chá) de cremor de tártaro, para cada litro de água.Os lenços de nariz não precisam ser passados a ferro, se forem esticados, logo após a lavagem, sobre os azulejos do banheiro.
Linho Branco – Usar os mesmos processos da roupa branca, podendo também ser lavado em água quente onde se juntou um pouco de bórax pulverizado e uma colher de essência de terebintina.
Estampados – Os tecidos não descoram e não mancham, juntando-se à última água de enxaguar, sal e vinagre.Se o tecido listrado ou estampado de fundo branco manchou ou desbotou, quando posto para secar, deve ser levado à água novamente, enxaguando-se várias vezes acrescentando-se à última água (pouca) três colheres (sopa) de vinagre. Em seguida, apertar bem o tecido entre dois panos secos, secar á sombra e passar a ferro enquanto estiver ainda úmido.
Azul e Vermelho – Ficam como novos se após lavados, passarmos numa solução fraca de água com soda.
Bordados de Cor – Lavam-se com água e sabão branco, e na última água juntar um pouco de vinagre.
Verde e Vermelho – A chita ou o algodãozinho estampados nessas cores, desbotam facilmente; coloque então na água um pouco de limão, vinagre ou ácido nítrico.
Tecido Preto – Os tecidos pretos não perdem a cor nem encolhem, se após a lavagem ficarem de molho por alguns minutos numa água com sal ou potassa.Para a roupa preta que foi lavada não ficar sem vida nem perder o seu tom negro, basta misturar à última água chá forte de folhas de trigo, ou, numa água de anil bem forte; deixe a roupa repousar nessas águas por alguns segundos, e depois estenda à sombra (fazer de preferência à noite).
Toalhas de Banho – Ficam sempre macias, se enxugadas em água com um pouco de vinagre e não forem passadas a ferro.Para tirar o cheiro de mofo dessas toalhas e das de mesa, dos panos de copa ou dos guardanapos, devido à umidade dos armários, basta fervê-los numa solução de bicarbonato de sódio, na proporção de duas colherinhas (café) para um litro de água.
Flanela e Lã – Lavam-se em água morna, juntando-se à última água, uma colher de glicerina ou amoníaco, para permanecerem macias. Não torcer e deixar secar à sombra.Os tecidos de lã de cores delicadas, lavam-se facilmente, mergulhando-os numa água, onde tenha sido fervida uma colher de farinha de trigo, deixando nela repousar até que a solução esfrie. Depois, enxaguar em água pura.Ao lavar os tecidos e roupas de lã, não se deve torcer, apenas espremer. Se for de cor, ponha um pouquinho de vinagre à última água; se for branca, um pouco de água oxigenada.Para limpar, use apenas uma escova umedecida em álcool.As manchas de gordura sobre tecidos de lã, saem facilmente com uma solução de água bem salgada e amoníaco.
Malhas/Cachemira – Lavam-se essas peças, colocando-as em água morna suficiente para cobri-las, misturando uma colher (sopa) de bicarbonato. No momento de enxaguar, repetir a operação.
Crochê/Tricô – Lavar somente à mão, secar somente na posição horizontal, guardar dobrado e nunca pendurar. Lavar em água morna com sabão em pó ou de coco, misturando um pouco de amoníaco.Se forem brancos, uma colher de água oxigenada para cada litro d’água, na última enxaguada.Para os crochês em linha de cor bege clara, enxugar na última água com chá preto frio, para conservar sua cor natural.Para as brancas de tricô, enxaguar em água com algumas gotas de tinta de escrever; ficarão branquinhas.Em ambos os casos, assim como todas as malhas, devem ser apenas espremidas, nunca torcidas, e secadas à sombra.As roupas encolhidas de tricô, voltam ao normal, deixando-as de molho em água e sabão onde se juntou:1 colher de álcool;1 colher de terebintina;3 colheres de amoníaco.Todas as colheres são de sopa. Depois é só enxaguar.A melhor maneira para se retirar os fiapos e as bolinhas que se formam nas malhas de lã, é enrolar uma fita colante na mão e nos dedos com o lado colante para fora. Passar diversas vezes sobre a malha até que pareça nova.
Sintéticos – As roupas de fibras sintéticas, retêm o odor da transpiração, mesmo depois de lavadas. Para evitar que isso aconteça, basta deixa-las de molho na hora de se enxaguar (isto é, depois de limpas) numa solução de água com uma colher (sopa) de bicarbonato.
Banlon – Os brancos lavam-se uma solução de sabão em pó e bórax em partes iguais e água, deixando expostos ao sol, dentro desta solução. Depois, enxaguar.
Dralon – Se os casaquinhos ou suéteres deste material forem guardados dentro de saquinhos plásticos, no congelador, por uns dias, durarão mais tempo.
Nycron – Se tiver alguma mancha, antes de se lavar passe sobre ela sabão de coco apenas umedecendo o local, deixando repousar por algum tempo. Depois lavar com “Lux” ou detergente próprio para nylon. No último enxágüe, acrescente uma colher (sopa) de vinagre e uma colher (chá) de goma sintética. Secar à sombra.
Nylon – Se estiver manchado, use o processo descrito em “Nycron”.Meias – As meias de nylon ou de helanca não são lavadas em água quente e nem torcidas; tira-se o excesso de água, enrolando-as numa toalhinha felpuda; depois, deixar secar em lugar fresco, porém nunca ao sol.Passe em água todas as vezes que forem usadas.Para maior resistência das meias de nylon, antes de serem usadas, molhe-as e coloque-as num saquinho plástico, levando ao congelador por algumas horas, ou uma noite. Retire-as então, deixe descongelar e pendure para secar à sombra.Também se conservarão quando lavadas numa mistura de água e vinagre. Espremer nem torcer, apenas pressionando-as com uma toalha felpuda.
Meias de Seda – Para sua maior duração, enxágüe as meias de seda em água com um pouquinho de sal.
Meias-Calças – Recomenda-se lavar as meias-calças à mão, em água morna e sabão neutro, enxaguar e enrolar em uma toalha, deixando secar em temperatura ambiente. E não usar, na lavagem, produtos à base de cloro ou amaciante, que danificam a composição dos fios (sintéticos).
Plástico – Estes, como o linóleo, devem ser limpos com vinagre; além de ficarem limpos, seu cheiro tem a vantagem de espantar moscas.Ao lavar calcinhas plásticas do neném, junte um pouquinho de óleo à água que for enxaguar. Isso ajudará a amolecer o plástico, evitando que fique quebradiço.
Sedas – As sedas naturais ou artificiais, devem ser lavadas com muito cuidado. Se forem coloridas, verificar primeiramente se as cores são firmes.Para isso molhe uma extremidade da fazenda, apertando-a bem várias vezes dentro da água; se a tinta soltar-se a roupa não poderá ficar de molho e deverá ser ensaboada e enxaguada rapidamente para que não fique manchada. Na última água colocar um pouco de vinagre e secar à sombra.Se for de cor firme, acrescentar à última água uma a duas colherinhas (chá) de açúcar. Enrole a peça numa toalha limpa, bem apertada, e passe a ferro ainda úmida.
Jeans e Sarja – Lavar a mão e secar ao natural peças com detalhes de bordados com espelhos ou pedrarias em geral.Não colocar sabão em pó diretamente sobre as peças de sarja coloridas, pois o mesmo contém alvejantes que desbotam e mancham, comprometendo a cor original.Lavar separadamente peças em jeans bruto, pois desbotam.
Para não Desbotar as Roupas – Para que as roupas não percam as cores e desbotem, acrescente um pouco de sal ou então vinagre durante as operações de lavagem e enxágüe. É claro que as roupas desbotam um pouco, mas o vinagre dificulta a tinta de aderir de novo, dificultando assim o aparecimento de manchas.
Roupa com Zíper – Feche o zíper de suas roupas antes de lavá-las, só assim eles vão continuar abrindo e fechando bem por muito tempo.
Tecidos Finos – Linho resinado: lavar a peça antes de fazer a barra, pois é possível que haja encolhimento

DICAS PARA GUARDAR SUAS ROUPAS
• Vestidos ou roupas brancas que irão ficar guardadas por algum tempo, ou que sejam de pouco uso, devem ser envolvidos em papel ou pano azul para que não amarelem com o tempo.
• As roupas de lã ou de peles são facilmente atacadas pelas traças; evite o aparecimento delas, tendo dentro do armário algumas folhas de jornal, ou qualquer papel impregnado de tinta de imprensa.
• Espalhe também nas gavetas e prateleiras uma boa quantidade de pimenta-do-reino em grão e naftalina.
• Como Evitar: Cheiro de Mofo dentro do Guarda-Roupa – Pendure uma meia fina velha com serragem de cedro. Além de evitar o cheiro é ótimo para espantar as traças.
Umidade dos Armários – Pendure pedaços de giz ou coloque um pouco de cal virgem em um vidro destampado dentro do armário. A cal é hidrófila e absorverá a umidade.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: