CONSENTIMENTO

Deixa que eu tire tua roupa
Que eu te banhe
Que eu te seque.
Deita teu cansaço no meu colo
Deixa que eu te abrace
E te adormeça…
E povoe teus sonhos Com música,
com pés descalços
Com pernas te dando guarida.
Deixa que eu te cubra de carinho
E te observe adormecido
E, que por mais não poder conter-me,
Deixa que eu te acorde
E sopre palavras em teu ouvido (Doces obcenidades).
Deixa que eu te deixe morto de vida.
Deixa que eu te traga claridade
E te afaste das coisas mundanas.
Deixa que eu te roube o ar
E que explore teu corpo
E que invada tua alma
E que te deixe em chamas.
Deixa!
Vais deixar?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: